domingo, 11 de janeiro de 2015

Chego em casa e cozinho para mim (nós).
Faço uma bagunça, mas não há problema. Amanhã darei (daremos) um jeito nisso tudo.
A comida está boa, repito (repetimos) o prato. Não é nada demais, é o meu (nosso) dia a dia. É assim que faço (fazemos).
Estou bêbado e escrevo sobre mim (nós), sobre o que estou (estamos) fazendo.

Na verdade, continuo fazendo o que sempre fiz, agora só, antes nós.

Nenhum comentário:

Postar um comentário